26 janeiro 2007

As funções dos presbíteros

As funções atribuídas aos presbíteros aqui descritas não são exaustivas. Elas mencionam o que o presbítero deve ser e fazer, mas ele não pode se limitar a elas. Todos os presbíteros devem exercer o seu ofício em conformidade com a diversidade dos dons de cada um, e discernindo segundo a necessidade da Igreja. A vitalidade da igreja muito depende da operosidade dos presbíteros.

Uma palavra grega usada para se referir ao ofício de presbítero é episcopos. Sabemos que “o uso no N.T., em referência aos líderes, parece ser menos técnica do que uma tradução como ‘bispo’ sugeriria; daí, superintendente, ou supervisor At 20:28; Fp 1:1; 1 Tm 3:2; Tt 1:7.”[1] O presbítero tem a responsabilidade de supervisionar a igreja que o escolheu para ser o seu líder. Louis Berkhof afirma que “claramente se vê que estes oficiais detinham a superintendência do rebanho que fora entregue aos seus cuidados. Eles tinham que abastecê-lo, governá-lo e protegê-lo, como sendo a própria família de Deus.”[2]

A responsabilidade dos presbíteros de supervisão não se limita aos membros da igreja. Os presbíteros devem supervisionar o seu pastor. R.B. Kuiper observa que "um dos seus mais solenes deveres é vigiar a vida e o trabalho do pastor. Se o pastor não leva uma vida exemplar os presbíteros regentes da igreja devem chamar-lhe a atenção, e corrigi-lo. Se não é tão diligente em sua obra pastoral como deveria sê-lo, devem estimulá-lo para que tenha maior zelo. Se a falta de paixão que deve caracterizar a pregação da Palavra de Deus, os presbíteros regentes devem dar os passos necessários para ajudá-lo a superar tal defeito. E, se a pregação do pastor, em qualquer assunto de maior ou menor importância, não está de acordo com a Escritura, os presbíteros não devem descansar até que o mal tenha sido resolvido." [3] Entretanto, os presbíteros devem oferecer liberdade e recursos para que o seu pastor desenvolva-se e possa oferecer mais ao rebanho.

A autoridade do presbítero
A autoridade dos governadores é puramente ministerial e declarativa. Cada função do Conselho, como o ensino, a admoestação, governo e o exercício da disciplina, devem fundamentar-se na Palavra de Deus. Os presbíteros não possuem autoridade inerente. Não possuem o direito de impor as suas opiniões pessoais, preferências, filosofias sobre o culto, a doutrina, ou o governo da igreja, antes, devem examinar e extrair das Escrituras os padrões e princípios estabelecidos por Deus.

A autoridade do presbítero procede de:
1. A autoridade de Cristo como cabeça da Igreja.
2. Submissão à Cristo como o Senhor da Igreja.
3. A obediência e fidelidade à Escritura Sagrada como única regra de fé e prática.
4. Uma vida de santidade pessoal e familiar.
5. O exercício responsável da sua vocação e dos seus dons segundo o seu chamado.

As funções pastorais
1. Visitar os membros menos assíduos às reuniões da igreja;
2. Resolver os desentendimentos entre os membros;
3. Instar os disciplinados ao sincero arrependimento;
4. Orar por/com todas as famílias da igreja;
5. Consolar os aflitos e necessitados;
6. Supervisionar o bom andamento das atividades da igreja;
7. Exortar aos pais que tragam os seus filhos ao batismo;
8. Ser um pacificador em assuntos controversos;
9. Lembrar aos membros da sua fidelidade com os dízimos e ofertas;
10. Dar assistência e/ou liderar as congregações (quando houver);
11. Auxiliar na distribuição da Ceia do Senhor.

As funções doutrinárias
Os presbíteros em nosso sistema de governo têm a responsabilidade de guardarem a doutrina da corrupção. (1 Tm 3:16; Tt 2:7-8). Entretanto, para isto é necessário:
1. Conhecer o sistema e doutrinas presbiterianas;
2. Zelar pela fidelidade e pureza doutrinária da igreja;
3. Avaliar a qualificação doutrinária do pastor;
4. Examinar os candidatos ao rol de membros da igreja;
5. Discernir os novos “movimentos” que os membros estejam se envolvendo;

As funções administrativas (indivíduo)
1. Representar as necessidades dos membros nas reuniões do Conselho;
2. Zelar para que as decisões do Conselho sejam cumpridas pela igreja;
3. Lembrar os membros dos seus deveres e privilégios;
4. Acompanhar o funcionamento das sociedades e ministérios da igreja;
5. Elaborar propostas e projetos para a edificação da igreja.

As funções administrativas (concílio)
1. Reunir periodicamente para decidir sobre o bem estar da igreja;
2. Divulgar na igreja local as decisões dos concílios superiores (presbitérios, sínodo, SC);
3. Avaliar candidatos ao batismo e profissão de fé;
4. Participar na aplicação da disciplina bíblica para que atinja a sua finalidade;
5. Analisar se a Junta Diaconal está realizando as suas atribuições;
6. Acompanhar o bom andamento das sociedades internas e ministérios da igreja;
7. Avaliar para o envio ao presbitério os candidatos ao sagrado ministério pastoral;
8. Participar da ordenação e instalação de novos pastores e presbíteros;
9. Representar a igreja local nos concílios superiores.

Notas:
[1] F. Wilbur Gingrich & F.W. Danker, Léxico do N.T. Grego/Português (São Paulo, Ed. Vida Nova, 1993), p. 83.
[2] Louis Berkhof, Teologia Sistemática (Campinas, LPC, 1990), p. 590.
[3] R.B. Kuiper, El Cuerpo Glorioso de Cristo (Michigan, T.E.L.L., 1985), p. 132.

Rev. Ewerton B. Tokashiki

29 comentários:

Igreja Assembléia de Deus - Setor 44 disse...

Um presbítero pode dar a benção apostolica o final do Culto. Ele pode celebrar casamentos?

Ewerton B. Tokashiki disse...

Amados irmãos

Este assunto é uma questão denominacional. Por exemplo, na Igreja Presbiteriana do Brasil e a Igreja Presbiteriana Conservadora do Brasil somente os pastores são autorizados a pronunciar a benção apostólica no término do culto. Mas, isto é uma questão que vem de cima e não há nada biblicamente que impeça que o presbítero o faça. Todavia, por causa do princípio de submissão à autoridade dos superiores obedecemos o que é decidido.

Quanto ao casamento devemos lembrar que ele não é sacramento. A Igreja Católica tem o casamento entre um dos seus sete sacramentos, por isso apenas um "sacerdote" é autorizado a realizá-lo. Todavia, isto está baseado num princípio doutrinário errado! Mas, é possível que existam denominações que proíbam que presbíteros realizem a celebração religiosa do casamento pelo mesmo motivo que não podem pronunciar a benção apostólica. Por exemplo, a IPB autoriza que seus presbíteros realizem a cerimônia religiosa, mas não podem impetrar a benção apostólica no fim.

gelson disse...

infelismente os presbiteros estão sendo proibidos de ezerce sua função na minha igreja só quem ensina é os pastores muitas vezes os presbiteros são chamados a atenção por fazer aquilo que DEUS o desiguinou o que fazer me sinto muitas vezes inutil DEUS me revela mensagens que se eu pregar sou muitas vezes chamado a atenção sou da igreja assembléia de DEUS.

PASTOR LEONARDO disse...

APAZ DO SENHOR JESUS GOSTARIA DE SABER SE AO CONSAGRAR ALGEM AO CARGO DE PRESBITERO A ESPOSA PODE SER CONSAGRADA A DIACONIZA OU TEM QUE SER A MISSIONARIS

Ewerton B. Tokashiki disse...

Amado companheiro de ministério Pr Leonardo

Parece-me que a sua pergunta tem dois caminhos de resposta. Primeiro seria definirmos a questão da ordenação feminina; mas como o espaço da resposta é pequena e existem tantos excelentes livros sobre o assunto recomendo, pelo menos a leitura do artigo http://www.mackenzie.br/fileadmin/Mantenedora/CPAJ/revista/VOLUME_II__1997__1/ordenacao....pdf .

Creio que a ordenação para o presbiterato, ou ministério pastoral e ou qualquer outro, não obriga a igreja aceitar a ordenação da esposa. Não vejo nenhuma recomendação ou exemplo bíblico desta prática. A Escritura ordena que a esposa seja auxiliadora, e para isto, ela não necessita ser ordenada, mas virtuosa!

Anônimo disse...

...Aliás, gostaria de saber se quém pastoreava a Igreja na Época do Apóstolo Paulo se eram os Presbíteros ou os Pastores, pois encontramos o Apóstolo Pedro dando instruções aos Presbíteros para pastorearem a Igreja, não como se tivesse domínio sobre ela...

Ewerton B. Tokashiki disse...

No século I, quando ainda existiam os verdadeiros e originais apóstolos eles ao lado dos presbíteros governavam a Igreja (At 15:6-23). Eles sabiam que deixariam de existir e que continuariam os presbíteros regendo a Igreja de Cristo (At 20).

Anônimo disse...

SOU PASTORA E AS VEZES ME PERGUNTO SOBRE A ORDENAÇÃO DE MULHERES AO MINISTÉRIO, PORQUE TENHO A IMPRESSÃO DE QUE O MINISTÉRIO FEMININO MUITAS VEZES É IGNORADO, SABEMOS Q TEMOS Q SER AUXILIADORA, PORÉM DEUS RESERVOU COISAS MARAVILHOSAS DENTRO DO CORPO(IGREJA)PARA NÓS FAZERMOS, DESDE Q ME CONVERTI, PERCEBO ESSE MINISTÉRIO UM POUCO DISTANTE DA REALIDADE DE MUITAS IGREJAS. QUAL É A CONFUSÃO Q ESTAMOS FAZENDO????

Ewerton B. Tokashiki disse...

Senhora anônima

Não há indicação, prescrição, descrição ou sugestão de apóstola, episcopisa [e não bispa], pastora, presbítera, diaconisa no Novo Testamento. O NT fala que os dons são concedidos tanto a homens como a mulheres, ambos devem exercem os seus ministérios na Igreja de Cristo. Como não disponho de espaço aqui pra argumentar, indico a leitura de http://www.mackenzie.br/fileadmin/Mantenedora/CPAJ/revista/VOLUME_II__1997__1/ordenacao....pdf

Deus abençoe a senhora.

Anônimo disse...

Caro Pastor! gostaria de saber mais sobre cada função ministerial na igreja: Pastor, presbiteros, diaconos,evangelistas etc.. Pode ajudar-me? Miss. Elias

Anônimo disse...

Sr. Ewerton B. Tokashiki, você disse que na Igreja Católica "apenas o sacerdote" é autorizado a realizar o matrimônio. Isto não é verdade! Na Igreja Católica podem realizar a cerimônia religiosa do matrimônio: os Bispos, os presbíteros (padres), os diáconos (inclusive os permanentes)e também os leigos (homens e mulheres)desde que estejam devidamente preparados para exercerem tal função e tenham autorização expressa do bispo diocesano da localidade onde residem.
Pe. Paulo Alexandre.Obrigado!

Anônimo disse...

Graça e paz. Gostaria de obter recomendações para as esposas de presbíteros.
Obrigada.

Welber Chaves disse...

Deus não e Deus de confusão não cosigo imaginar uma mulher gestante com oito meses em cima de um altar,realmente a bíblia não cita a respeito presbitera e apostola isto faz parte do evangelho da nova era Deus não está no meio disso.

G Sena disse...

Os presbíteros regentes da IPB, pode no exercício de sua função eclesiástica, concorrer e assumir o cargo/função remunerada de administrador de uma igreja presbiteriana local, acumulando ao mesmo tempo com o seu mandado do presbiterato?

Salomao Lima disse...

Profeta não pode fexa a boca. Si DEUS MANDA TEM QUE FAL ! Com sabedoria. A paz

Anônimo disse...

Mas tem pastora livro de genesis,a paz do Senhor

Unknown disse...

Amado Pastor, Shalon Adonai!
Gostei muito de seu estudo sobre o ministério dos Presbíteros, parabéns! Agora, gostaria que me esclarecesse seguinte dúvida: Qual a ordem eclesiástica quanto as funções ministeriais? Desde já agradeço a ajuda! Shalon Adonai!

Unknown disse...

Querido Pastor, Shalon Adonai!
Gostei muito de seu estudo sobre as funções dos Presbíteros e quero lhe parabenizar por isto! No entanto, gostaria de sua ajuda a me esclarecer uma dúvida: Qual a ordem eclesiástica quanto as funções ministeriais? Desde já lhe agradeço, pedindo a Deus que possa derramar sobre tua vida ministerial inúmeras bençãos. Shalon Adonai!

ribeiro-l2011@hotmail.com disse...

Amado pastor, gostaria de saber claramente se o presbítero pode realizar o batismo nas águas, e se pode consagrar pessoas a cargos menores que o dele. como:Missionário,Diáconos,etc..?

Elton Joaquim disse...

Amigo a Paz do Senhor Jesus Cristo me chamo Elton! Gostaria de saber ao certo pela Bíblia Sagrada de quem realmente pode pregar?! Porque em vários texto do novo testamento se refere a presbítero ou bispo que é a mesma coisa que presbíteros é uma palavra intercambiável porém com o mesmo sentido! A Palavra de Deus deixa por escrito e bem explicado com detalhes e etc a apenas dois ofícios como fica essa situação? Após a reforma esse ofício foi trocado deixando os presbíteros em "segundo plano"digamos assim! Digo isto porque falei com bons e excelentes presbíteros e outras pessoas bem informadas sobre o assunto de igrejas reformadas e apoiaram isso me mostrando passo a passo pelas Escrituras sagrada que realmente deve governar a igreja de Cristo.

Elton Joaquim disse...

A Paz do Senhor Jesus Cristo!
Amigo pelo o que o senhor falou depois da morte dos apóstolos os presbíteros continuariam regendo a igreja de Cristo como o senhor falou! Se é os presbíteros regendo a igreja porque se a tantos pastores regendo as igrejas tomando o lugar dos presbíteros digamos assim?! Se for apenas o pastor que deve reger a igreja de Cristo então esse sistema é igual o da Igreja ⛪ católica que é episcopal onde um só governa e manda nos outros! E não um sistema presbiteriano onde se a vários presbíteros reunido discutindo certos assunto é chegando a um consenso ou um denominador comum regendo assim a igreja de Cristo! Vemos isso em várias ocasiões na Bíblia se não me engano Paulo ou Pedro fazendo isso com os presbíteros e inclusive um deles se denomina ser presbíteros assim como eles! Como fica essa situação?

Elton Joaquim disse...

A Paz do Senhor Jesus Cristo!
Amigo pelo o que o senhor falou depois da morte dos apóstolos os presbíteros continuariam regendo a igreja de Cristo como o senhor falou! Se é os presbíteros regendo a igreja porque se a tantos pastores regendo as igrejas tomando o lugar dos presbíteros digamos assim?! Se for apenas o pastor que deve reger a igreja de Cristo então esse sistema é igual o da Igreja ⛪ católica que é episcopal onde um só governa e manda nos outros! E não um sistema presbiteriano onde se a vários presbíteros reunido discutindo certos assunto é chegando a um consenso ou um denominador comum regendo assim a igreja de Cristo! Vemos isso em várias ocasiões na Bíblia se não me engano Paulo ou Pedro fazendo isso com os presbíteros e inclusive um deles se denomina ser presbíteros assim como eles! Como fica essa situação?

Lucimar Ponciano disse...

Paz seja convosco,
Há alguma restrição (Bliblicmante) quanto à mulher impetrar a bênção apostólica?

Maria Telma disse...

Eu tenho visto que nada sei.
confusões e falta de entendimento da Palavra leva o homem a criar tantas doutrinas desnecessárias que da até medo!

presb-lourival disse...

a paz do senhor


a palavra pastor , bispo, e presbitero descrevem os mesmos homens porque , outra perguta pastores que gostam de abusar do cargo isto e certo , tambem chegar em cima cima do altar e meter o pau nois irmaos pode me esplicar obrigado
como presbitero quais e meu oficio ou meu trabalho na igreja


presbitero lourival sao paulo

Erica Silva disse...

Oi a paz do Senhor Jesus CRISTO, meu irmão, gostaria de esclarecer uma coisa.pastores e presbíteros, tem que ter suas esposas no mesmo ministério, ou seja juntos com eles na mesma igreja. Ou não é algo obrigatória.podem estar em uma igreja e elas outra.
Pois a bíblia fala o q sobre isso??

Unknown disse...

Boa tarde! Quero parabenizar o PR pelas informações ao presbitério, entendo quê não devemos impôr hierarquias humanas em como reger a casa de Deus, o presbítero auxilia o pastor em harmonia na condução das ovelhas.. As mulheres a bíblia é bem clara no sentido de quê auxiliem seus maridos independente de seus próprios cargos.não deixando de acreditar que tanto homem como mulher recebe dons, funções, responsabilidade no corpo de cristo.. Cada um tem seu ministério e a não confusão de papeis nos favorece não passar à frente da palavra de Deus.o homem é o cabeça! E deve se manter como tal em toda boa obra, em tudo o que precisa pra tal. Se ele não consegue, não é por isso quê eu como mulher que vou assumir seu papel. Porisso muitas adoecem..
O manual para nós existe! Bíblia sagrada!

Maísa Dutra disse...

Boa tarde! Quero parabenizar o PR pelas informações ao presbitério, entendo quê não devemos impôr hierarquias humanas em como reger a casa de Deus, o presbítero auxilia o pastor em harmonia na condução das ovelhas.. As mulheres a bíblia é bem clara no sentido de quê auxiliem seus maridos independente de seus próprios cargos.não deixando de acreditar que tanto homem como mulher recebe dons, funções, responsabilidade no corpo de cristo.. Cada um tem seu ministério e a não confusão de papeis nos favorece não passar à frente da palavra de Deus.o homem é o cabeça! E deve se manter como tal em toda boa obra, em tudo o que precisa pra tal. Se ele não consegue, não é por isso quê eu como mulher que vou assumir seu papel. Porisso muitas adoecem..
O manual para nós existe! Bíblia sagrada!

fabricio santos disse...

E se caso um membro comungante for convidado à realizar um casamento, é permitido pela ipb?