15 outubro 2007

A recompensa do jejum

Há algum tempo atrás escrevi um artigo oferecendo uma orientação prática acerca do jejum cristão e fui surpreendido pela ignorância do assunto ao ser refutado por um leitor. Ele se apresentava como pastor e embora não teve coragem, por que não sei, não declarou com clareza se era ministro da Igreja Presbiteriana do Brasil?! Como sou ordenado por esta denominação, fiz meus votos de ordenação convicto do meu compromisso doutrinário, de governo e disciplinar com esta igreja, e tanto em seus documentos doutrinários como nos Princípcios de Liturgia há a orientação de se praticar o jejum. Entretanto, há muitos cristãos de muitas denominações equivocados quanto ao jejuar, e por causa do seu confuso entendimento do que a Escritura Sagrada instrui acerca deste assunto findam por desprezar tão importante exercício de santidade.

Indico a leitura do artigo do Pr John Piper no site monergismo sobre o ensino e prática bíblica do jejum. Que Deus abençoe a sua vida e lhe fortaleça em seu crescimento.

Em Cristo,
Pr Ewerton B. Tokashiki

2 comentários:

Pr. Hélio Francisco disse...

Olá amado irmão, a PAZ de Cristo!
Outro dia estava vendo aquela foto de você e o Nélio com o prato na mão na sala do alojamento!!!
Tenho procurado essa disciplina do jejum como meio de "fazer morrer a velha natureza", abrir mão de algo bom para buscar O MELHOR. Para alguns o "rev." ficou doido, para outros "tá querendo aparecer", para mim e acredito para Deus estou só obedecendo e precisando mais Dele!
um forte abraço e Deus continue usando a tua vida, proteja a você e tua família e faça sempre o teu ministério frutífero para Glória Dele!

roberto disse...

jesus nunca pediu pra seus discipulos jenjuarem