06 junho 2007

Baixou a bizarrice de quatro!

Agora a loucura baixou de vez! A falta da Palavra de Deus como ÚNICA REGRA DE FÉ E PRÁTICA só dá nestas bizarrices de "unção". Desta vez a Ana Paula Valadão resolveu soltar a franga e ficou de quatro para encenar que estava recebendo a "unção do leão"! (Não lembro em que livro e capítulo a Bíblia ensina isto, alguém poderia me refrescar a memória?). Se alguém se interessar, a Ana Paula deu a sua interpretação a respeito da sua experiência mística.

Mas, como para essa turma pentecostal a Bíblia não é referência de autoridade, o que conta é a EXPERIÊNCIA. Qualquer oposição à estas loucuras e bizarrices, atribuídas insanamente ao Espírito Santo, são tidas como menos espiritual e falta de amooorrrrrrrr!!! E, como este povo não gosta de pensar [haja as cãimbras entre as orelhas] e preferem apenas SENTIR, levam tudo para o subjetivismo ilimitado se defendendo com a irresponsável frase: "quem sou eu prá julgar?" A Escritura corretamente interpretada [por qualquer cristão] deve julgar o que é certo ou errado, como o que é sã doutrina e heresia advinda da ignorância, carnalidade, ou até ensino de demônios! Temos o DEVER de julgar à luz da Escritura Sagrada. Misericórdia quero e não o sacríficio de mente. Ele é o Espírito de sabedoria, não de comportamentos esquizofrênicos.

BASTA DE BIZARRICE EM NOME DO ESPÍRITO SANTO!!!!!!!!! Negar a obra do Espírito é perigoso, mas atribuir loucuras e bizarrices à Ele, é blasfêmia! Insanidade tem que ter limite. Chega de inclinar-se diante do trono da loucura.

Rev. Ewerton B. Tokashiki

23 comentários:

Eduardo Rosa disse...

É Rev. Ewerton, tá complicado.
O duro é que nem em arraiais históricos se pode mais falar contra essas coisas estranhas que ocorrem no meio evangélico. Antes eram lugares de profunda seriedade e zelo pela sã doutrina, mas já sucumbiram aos modismos atuais e vivem conforme os princípios da pós-modernidade subjetivista e pluralista onde vale tudo para se oferecer à Deus, não impostando mais se é ou não racional, decente e com ordem.
Receio que nós os que nos entristecemos com isso tudo somos cada vez mais a minoria, prestes a ser taxados de tradicionais frios e sem o Espírito.
Maranata.
Eduardo Rosa.

Elias disse...

Ao nos afastarmos da simplicidade do Evangelho nos postamos cada vez mais 'distante do Trono' daquele "em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência", ao qual convém um culto inteligente, racional e decente.
Elias.

Anônimo disse...

É escândalo após escândalo. Aonde vamos chegar com tudo isso?

www.gracapura.blogspot.com

Alexsander disse...

É Rev... Eu também não entendi o que a Ana Paula Valadão fez, mas mesmo que ela tenha viajado na maionese dizer que ela estava recebendo "a unção do leão", "soltou a franga e ficou de quatro.." é no mínimo maldoso para com ela...

Não estou aqui querendo defendê-la pois até agora estou sem entender o que ela queria com aquilo... mas saiba, os homens de Deus estão sujeitos às paixões dessa vida e erram...

Agora quem não tem pecado atire a primeira pedra...
Na primeira falaha que a gente vê em nossos irmão ja os julgamos e condenamos....

Nestes 10 anos que o Ministério dela têm pregado a palavra de Deus, ele abençoou muito mais do que trouxe escândalo... ele exaltou muito mais o evangelho do que denegriu... eu acho ainda muito cedo pra lançar esse tipo de julgamento contra nossos irmãos...

Na balança eles ainda estão com superavit...

Claro, se com o tempo se esse ministério começar a dar sinais que está indo contra a Palavra de Deus, então será hora sim de fazer um comentário neste tom...

Ewerton B. Tokashiki disse...

oi Alexsander

Não se preocupe, heresia e práticas estranhas às Escrituras Sagradas são coisas em que não há entendimento, pois não procedem dum "culto racional" (Rm 12:1-2). Quanto ao termo "unção de leão" não fui eu quem o inventei. Não tenho tamanha criatividade. Se te soou maldoso o que disse, não foi a intenção maliciar, mas ironizar, uma situação onde o termo ridículo ainda é leve. Pelo menos não consigo imaginar o Senhor Jesus, ou qualquer um dos seus apóstolos tendo tão excêntrico comportamento! Lembrando que a Escrituras nos ordena sermos seus imitadores (1 Co 11:1).

Também creio que todos nós estamos sujeitos ao erro (1 Co 10:12), e este é um temor que lateja em meu peito. Mas, uma coisa é cair no erro, e outra, é pular nele. No caso dela foi literalmente! A Escritura adverte solenemente que TODOS que abandonam o amor pela verdade são entregues por Deus ao espírito do erro. Paulo declara que "é por este motivo, pois, que Deus lhes manda a operação do erro, para darem crédito à mentira" (2 Ts 2:9-12). Por isso, permaneço aqui: SOLA SCRIPTURA!

Desculpe-me, meu irmão, mas este argumento de "primeira pedra" é apenas, uma forma de se dizer: vamos desculpar porque todo mundo que causa algum escândalo. Não sei se esta foi a sua intenção. Mas, quem erra deve ser repreendido e até mesmo disciplinado se for o caso, com amor, mas com zelo na Palavra. Se um dia, Deus decidir em sua soberana vontade que eu, ou você caiamos em algum erro, esquece da "primeira pedra" e aceitemos a correção que vem para aqueles que são filhos de Deus.

Reconheço também que o trabalho do grupo "Diante do Trono" tem alcançado muitas pessoas, e abençoado a vida de milhares de evangélicos. Mas, Durante todo este tempo erros doutrinários também foram esparramados. Não estou avaliando neste artigo a seriedade do "grupo", mas a "atitude" numa encenação bizarra e doutrinariamente, no mínimo, estranha às Escrituras. Não sei em que balança e qual referência posso avaliar (e julgar), e assim concluir que eles estão em superávit. Pois usando o peso da Escritura posso comparar o ato e o santo ensino, e concluir que há uma enorme disparate negativo.

Agradeço as suas observações. Oro para que o nosso Redentor o abençoe e lhe preserve em sua Palavra, numa vida de equilíbrio, zelo e santidade.

Em Cristo

Eliazar disse...

Rev. Ewerton, quero postar a você o mesmo comentário que enviei ao Pr Renato Vargens:
"Pois haverá tempo em que NÃO SUPORTARÃO a sã doutrina; pelo contrário, cercar-se-ão de mestres segundo as suas próprias cobiças, como que sentindo coceira nos ouvidos; e SE RECUSARÃO A DAR OUVIDOS à verdade, entregando-se às fábulas". 2a Timóteo 4: 3 e 4.
Pr. Renato (e Rev. Ewerton), há muita gente furiosa com esse seu artigo. Gente para qual é mais fácil questionar a Bíblia do que os ministérios de louvor modernos como se esses possuíssem uma espécie de infabilidade papal numa versão 'gospel'.
Mas, para nós, inquestionável é somente Cristo e a Bíblia é o único padrão perfeito pelo qual toda doutrina deve ser julgada.
Mas não liga para essa gente não, pois tanto eles como nós havemos de dar contas à Deus.
"Tu, porém, SÊ SÓBRIO em todas as cousas, suporta as aflições, faze o trabalho de um evangelista, cumpre cabalmente o teu ministério". 2a Timóteo 4: 5.
Deus o abençoe.
Eliazar.

Ewerton B. Tokashiki disse...

Amado Eliazar

Ler um comentário como o teu é animador. Realmente temo que nestes "últimos dias" evidências escatológicas estão sendo desprezadas, como por ex., o abandono da verdade e a busca por ensinos que agradem o interesse pessoal.

Enfrentamos no meio evangélico brasileiro um analfabetismo bíblico e teológico. Se isto não fosse suficiente para acelerar este triste processo de corrupção, é possível sem dificuldades notar a preguiça mental estimulada apenas pelo "agito do sentir". As nossas emoções é um dom de Deus, mas não devem ser usadas como critério da verdade, nem como teste de aceitação da vontade de Deus.

Abraços, em Cristo.

Cleidinaldo_missões disse...

Infelizmente, parece que hoje em dia o que a Bíblia diz se tornou pouco importante para a maioria dos cristãos. Em nome do subjetivismo e das experiências pessoais faz-se de tudo. Na Prática, muitos evangélicos vivem experiências que estão bem distantes do caráter e das obras do Deus apresentado pelas Escrituras. Parece que a emoção humana fez com que alguns cristãos se esquecessem do culto racional.
É lamentável, pra não dizer... vergonhoso... Até quando???

Nelton disse...

Paz irmão, primeiramente quero parabenizá-lo pelo blog, e pela postura, coesa e firme diante de algo que está em total desacordo com a palavra de Deus, infelizmente hoje em dia a maior parte das igrejas e ministérios de louvor tem a sua fé mais fundamentada em experiencias do que na bíblia, não que eu esteja julgando, mas é o que está diante do nossos olhos. Erros teológicos grotescos nas letras das músicas, isso sem falar daqueles refrões sem fim, ministrações carregadas de emocionalismo, que ao meu ver não edifica ninguem, pois depois que passa a emoção, o que é que fica?? E o que mais me impressiona é a segueira das pessoas que gostam do DT, que mesmo diante de algo tão tosco, ainda os defendem dizendo que são muito usados, usando isso como pretexto, e nos criticando duramente por criticar tamanha bizarrice, enquanto são coniventes com tudo aquilo em nome de uma pseudo-espiritualidade. Fica na paz!!!

Nelton R. Souza

Tavares disse...

Caro Rev. Ewerton, infelizmente a atitude de certas Igrejas Pentecostais, tem nos defamado, mas nós os pentecostais não somos assim, há muito gente no nosso meio equilibrada, séria, que tem a biblia como único livro de REGRA, FÉ E PRATICA, a atitude da irmã, foi menince, tolice, criancice, foi levada pelo momento, a multidão estar mexendo com a cabeça da irmã, estas unções que essas pessoas recebem não confere com a biblia a unção que fala a biblica estar em I João 2.20 e 2.27, ambos os textos diz que "temos a unção" não se diz " vão receber", essas praticas reflete a falta de discipulado destas pessoas a fama subiu para a cabeça. Que pena. Hoje foi a unção do leão, amanhã o que será? unção do riso,unção do cai, cai; unção do urso, do papagaio, ect... finalizando acho que essas pessoas estão da UNÇÃO DA VERGONHA.

Ewerton B. Tokashiki disse...

meu irmão Tavares

Agradeço que o sr tenha se posicionado de modo tão esclarecedor! É fato que um número expressivo de pentecostais se mantém firmes no bom senso, evitando os extremos, tendo o critério do equilíbrio, evitando comportamentos escandalosos e esquisitos. Concordo plenamente que há muita gente em seu meio [pentecostal] que é séria e zelosa com a autoridade da Escritura. Eu mesmo posso testemunhar esta verdade. Todavia, o Pentecostalismo, por definição, não aceita a "Escritura como única regra de fé e prática"! Permita-me explicar-lhe o porque. Quando alguém alega ter recebido uma determinada "revelação", quer por sonho, profecia ou por língua estranha, esta pessoa alega que é uma nova revelação vinda de Deus para aquele momento. Então, a "autoridade" daquela nova revelação [e o fato de se crer nela] estabelece uma doutrina [critério de fé] e o que recebe a revelação tem o seu comportamento influenciado pela "palavra de Deus" recém revelada [que não é a Escritura! Como nesta situação alguém pode alegar que: a Escritura é A ÚNICA REGRA de fé e prática?

A rigor, nenhum pentecostal, sustenta SOLA SCRIPTURA! Pode ter a intenção, mas é incoerência prática e doutrinária com o seu próprio sistema doutrinário. A doutrina da suficiência das Escrituras nos diz que nada além da Escritura pode salvar e santificar, pois somente ela é a Palavra de Deus, como também TUDO o que nela está, é suficiente para nos "tornar perfeitos e perfeitamente habilitados para toda boa obra" (2 Tm 3:17).

Romilda disse...

Acho que esse reverendo pisou feio na bola, dizendo que pentecostais, são uns iguinorantes, que não conhecem a palavra de Deus, saiba que não é bem assim, conhecemos bem a palavra, e não é porque vc não crê que vc está certo. pense nisto!!!

Ewerton B. Tokashiki disse...

Querida irmã Romilda

Aceito [e posto] toda discordância ao que creio e escrevo em meu blog. Todavia, não aceito que atribuam afimarções que não fiz! Minha irmã, eu não disse em lugar algum e nem creio que vocês pentecostais são uns ignorantes quanto ao conhecimento bíblico. O que declarei é que vocês pentecostais não aceitam a doutrina da "suficência das Escrituras". O que faz uma diferença tremenda!

Deus a abençoe e lhe dê entendimento em tudo, para que possa servi-Lo melhor.

Respeitosamente em Cristo
Pr Ewerton

centurio disse...

Caro Pastor Ewerton, desculpe demorar tanto em moderar seu comentário no meu blog (bomcaminho.blogspot.com). Estive ausente uns dias. De fato, a insanidade do louvor na igreja evangélica brasileira vem crescendo e eu não sei onde vai parar. Esperemos em Deus que haja mais sensatez e que o testemunho seja só para Jesus Cristo, nosso Profeta, Sacerdote e Rei. Que o Senhor abençoe a todos os irmãos aí em Rondônia.

mony disse...

ridiculo é vcs fikrem jugando as pessoas.,.,axu q se fosse na epok em q DEUS fez o jumenta flar com balaao vcs diriam q ele etava louco ñ é/;/;?????????bando d incredulo isso q vcs são;.;.vão abrir os olhos espirituai.,.,vão se converter.,.,
bm q muts pastores dizem e eu acino em baixo.,mtas igrejas tem perdido o sobrenatural de DEUS .,.,estão vivendo mais o ntural.,.,coisas q só os olhos carnais podem v.,.,.,mtas igrejas tem sido uma vergonha.,dizem creditar no sobrenatural.,e qndo acontece algo d DEUS q para o homem é loucura vcs condenam.,.,.,vão se converter.,.,e cuidar da vida d vcs.,.,.,.,.,q DEUS tenha misericordia da vida d vcs.,.,.,!!!!!!!!!!

Anônimo disse...

Rev. Ewerton,

Creio que o senhor tem todo direito de como baluarte da verdade, mante-la viva e fiel no nosso meio tão entorpecido e tão distorcido como o "evangélico".

Porém ao condenar um irmão nos colocamos no lugar do Juiz, e engraçado, é que quase sempre o nosso veredito é culpado. Mas podemos arremessar uma pedra de duas maneiras: ou jogando diretamente na testa, ou mandando-a envolta em um papel de presente...

Quando o senhor usa as seguintes falas: "a falta da Palavra de Deus" é "a causa de soltarem a franga", "ficar de quatro", "Turma de pentecostal a bíblia não é referência de autoridade" "como este povo não gosta de pensar" é meio pesado, já que não há uma turma, um povo, mas um Corpo que eu penso, apesar de ser Pentecostal/Reformado, que fazemos todos parte.

Concordo que negar a obra do Espírito Santo é perigoso, mas chamar os seus irmãos de "Raca" também, ou não????

Olha, a quantidade de meninices, pecados, pesos, que nós pentecostais carregamos por estes anos, sim por falta de maturidade na Palavra... É ENORME!!!

Mas no meio de todo arraial há problemas... e pior, em alguns não é por falta de conhecimento, já que o dominam, a começar por nós líderes:

Acepção, Soberba, Quedas, Maçonaria, Esfriamento, Política de cabresto, Esvaziamento das igrejas locais, Ministérios profissionais, e a lista é enorme...

Se o senhor tem a capacidade de ver ciscos nos olhos dos outros "irmãos", creio que no mínimo deveria pedir perdão a nossa irmã Ana Paula e aos pentecostais, pois deve haver no meio deles pelo menos um santo, e a este o senhor, na minha pequenina observação ofendeu.

Sola Gratia, sola Fide, sola Escriptura, solo Cristus, solo Deo Gloria.

Adelino Fernandes

Anônimo disse...

Rev. Ewerton,

Creio que o senhor tem todo direito de como baluarte da verdade, mante-la viva e fiel no nosso meio tão entorpecido e tão distorcido como o "evangélico".

Porém ao condenar um irmão nos colocamos no lugar do Juiz, e engraçado, é que quase sempre o nosso veredito é culpado. Mas podemos arremessar uma pedra de duas maneiras: ou jogando diretamente na testa, ou mandando-a envolta em um papel de presente...

Quando o senhor usa as seguintes falas: "a falta da Palavra de Deus" é "a causa de soltarem a franga", "ficar de quatro", "Turma de pentecostal a bíblia não é referência de autoridade" "como este povo não gosta de pensar" é meio pesado, já que não há uma turma, um povo, mas um Corpo que eu penso, apesar de ser Pentecostal/Reformado, que fazemos todos parte.

Concordo que negar a obra do Espírito Santo é perigoso, mas chamar os seus irmãos de "Raca" também, ou não????

Olha, a quantidade de meninices, pecados, pesos, que nós pentecostais carregamos por estes anos, sim por falta de maturidade na Palavra... É ENORME!!!

Mas no meio de todo arraial há problemas... e pior, em alguns não é por falta de conhecimento, já que o dominam, a começar por nós líderes:

Acepção, Soberba, Quedas, Maçonaria, Esfriamento, Política de cabresto, Esvaziamento das igrejas locais, Ministérios profissionais, e a lista é enorme...

Se o senhor tem a capacidade de ver ciscos nos olhos dos outros "irmãos", creio que no mínimo deveria pedir perdão a nossa irmã Ana Paula e aos pentecostais, pois deve haver no meio deles pelo menos um santo, e a este o senhor, na minha pequenina observação ofendeu.

Sola Gratia, sola Fide, sola Escriptura, solo Cristus, solo Deo Gloria

Adelino Fernandes

Ewerton B. Tokashiki disse...

Caro Adelino Fernandes

Creio que o senhor deveria interpretar a questão do "julgar" à luz de toda a Escritura. Sugiro a leitura do texto [ http://doutrinacalvinista.blogspot.com/2007/07/por-amor-da-verdade-julgue.html ]. Mesmo em Tg 4:11-12 a proibição é referente à maledicência [falar mal, de modo, ou com intenção maligna] e não ao ato de julgar em si sendo uma implicação do discernimento!

Creio que quando o irmão se rotula como pentecostal/reformado, de fato, ainda não entendeu nem sequer o primeiro princípio da Reforma o "sola Scriptura". É impossível ser pentecostal crendo em novas revelações, aparte da Escritura Sagrada, e ainda sustentar coerentemente que se adota a ESCRITURA COMO ÚNICA REGRA DE FÉ E PRÁTICA! Respeitosamente, alguns de vocês [pentecostais] que se identificam reformados são absurdamente incosistentes nisto.

Impressiona-me o fato de o irmão ser mais piedoso do que o nosso Senhor Jesus! Acusou-me sem entendimento de chamar os meus irmãos de RACA! Ora, Adelino, penso que a sua exegese é muito superficial pelas suas afirmações. O meu Salvador usou palavras duras e de intolerância, inclusive xingou os seus opositores e inimigos do Seu ministério. Num breve artigo John W. Robbins expõe o assunto com muita clareza [ http://www.monergismo.com/textos/apologetica/Virtude_Xingar_Robbins.pdf ]. Por favor, leia...

A lista inicial de pecados ministeriais que o amado citou [acepção, soberba, quedas, maçonaria, esfriamento, política de cabresto, esvaziamento das igrejas locais, ministérios profissionais] todos são pecados indesejados e creio firmemente incoerentes com o ensino de Cristo! Devem ser evitados, inclusive com alto preço. Entretanto, com muita tristeza percebo evangélicos tradicionais e pentecostais comprometidos com eles!

Se porventura Ana Paula estiver agindo biblicamente em engatinhar num show público, influenciando com o seu misticismo milhares de crentes que a assistiram ali e ainda no youtube. Se ela estiver certa em sua atitude glorificando a Deus com um comportamento ridículo, em que creio eu, o Senhor Jesus NUNCA faria. Se ela estiver inconfundivelmente sendo influenciada pelo Espírito Santo para agir inconseqüente com aquela meninice. Então, devo lhe pedir perdão. Mas, se a minha denúncia contra a sua evidente blasfêmia ofende, não sou obrigado a me retratar.

Respeitosamente em Cristo,
Pr Ewerton B. Tokashiki

Anônimo disse...

Rev. Ewerton,

1) Enquanto uns andam engatinhando como leões, outros andam em pé como ursos;
2) Se eu não sei o que é o princípio da reforma, o irmão me perdoe, mas irmão também sabe muito pouco sobre o que é, ou deveria ser um pentecostal... Eu crer nos dons de Coríntios 12 para os nossos dias, não me dá o direito de crer, achar ou sentir sobre qualquer coisa contra ou desviada da Palavra. Sim, dom dissocialdo da Palavra, não tendo-a como baliza e real bússula é blasfêmia;
3)Sim minha exegese é muito superficial, mas eu achava que raca, é raca, louco, é louco. E o senhor sim chamou alguns de loucos;
4) O senhor é muito sutil ao dizer que eu quero ser mais piedoso do que O Cristo; E em nenhum momento o senhor chamou, pelo menos neste comentário que os pentecostais são seus irmãos, mas os colocou bem longe de onde o senhor está;
5)Dizer que o Senhor era duro, batia mesmo é uma coisa, mas dizer que ele xingou, se xingar é uma boa exegese, não consigo ver, disse ver e não sentir, o Rei falando um P.Q.P, um M., "Ficar de quatro", "soltando a franga", eu sim falo estas bobagens por não saber me expressar. Quem fala muito, as vezes erra muito.
6)Também não consigo ver, disse ver e não sentir, este mesmo Jesus falando que seus filhos, meninos, mas filhos, que se denominam pentecostais dizer que "eles não têm a bíblia como referência de autoridade", ou mesmo, "este povo não gosta de pensar [haja as câimbras entre as orelhas] e preferem apenas sentir". Que hermenêutica e exegese completa, que misericórdia ao extremo. Gostaria de saber se o senhor tem algum "irmão" pentecostal piedoso, algum "irmão" de ministério pentecostal... O que eles "sentiriam" sobre esta amizade. Eu não gostaria, nem deixaria, se pudesse algum irmão meu "pentecostal" dizer que por exemplo: os calvinistas são gelados, são soberbos, são altivos, são os especiais... Alguns podem até ser, mas tem muitos joelhos neste meio que não se dobram diante de baal. Por causa deles não coloco todos num "balaio de gato", pois ao contar o povo, separar o povo, acabarei deixando alguém de fora, e esta idéia vem de Satanás. Engano que ele conseguiu envolver a Davi, e as vezes estou eu lá dando ouvidos a ele. Por isso desde já peço perdão aos meus irmãos calvinistas.

Adelino Fernandes e realmente estando "sola a scriptura"

Ewerton B. Tokashiki disse...

Caro Adelino

Creio que não me fiz entender, ou realmente você não entendeu o que eu disse. Lamento este desentendimento e percebo "amargura" em suas palavras, quisera manter a conversa num nível de opinião teológica.

Infelizmente, o senhor demonstra não ter lido os artigos que lhe solicitei que lesse. E, se leu também não conseguiu entender. Muito triste e torna improdutiva as nossas réplicas.

Para a sua informação: já fui pentecostal. Sei muito bem o que é crêr e comportar-me como o senhor. Sei o que é fechar a Bíblia e ficar esperando Deus falar no boca de alguém!

O seu terceiro argumento ficou ininteligível, por causa da construção e desordenação das orações. Por favor, melhore o seu português, senão teremos deficiência em nosso diálogo. Não quero interpretá-lo erroneamente.

Quanto ao termo hebraico RACA, recomendo que o irmão leia um bom comentário exegético. Por exemplo, sugiro William Hendriksen "Comentário de Mateus", vol. 1, ou qualquer outro com a mesma qualidade!

Quando o senhor coerentemente crer que a única Palavra de Deus revelada é a Escritura, então, poderá dizer que também crê em "sola Scriptura". Mas, como pentecostal, ao afirmar que Deus continua falando verbalmente, através de línguas e profecias, fora da Bíblia, a sua convicção não será "somente na Escritura".

Além, de ler os artigos da minha última réplica [os links], por favor, e repito leia-os mesmo! Veja também o vídeo http://www.youtube.com/watch?v=zdvXqO7aBBo .

Tenho amigos e até alunos pentecostais. E respeitosamente conversamos sobre as incoerências teológicas que são típicas entre os pentecostais. Inclusive tenho amigos e membros da igreja que pastoreio que são ex-pentecostais, que hoje entendem o quão eram incoerentes em querer manter duas regras de fé: a Bíblia e as novas revelações.

Penso que os elogios "são gelados, são soberbos, são altivos, são os especiais" não é um privilégio de alguns calvinistas; os "supercrentes", como os nomeou Paulo Romeiro em seu livro, são bem rotulados com eles também. Vale a pena assistir http://www.youtube.com/watch?v=srYJaK0piBY&NR=1 .

Bom, caro Adelino, o senhor está me acusando de generalizar e colocar todos os pentecostais como sendo da mesma natureza. Recomendo que releia as minhas réplicas aos comentários anteriores ao seu. O meu envolvimento com o pentecostalismo, bem como a minha relação com pentecostais, carismáticos e adeptos da terceira onda, permite-me discernir que há uma variação exótica dentro do pentecostalismo. Novamente recomendo que leia os comentários anteriores ao seu, especialmente a opinião de leitores que são pentecostais.

Mais uma vez, respeitosamente em Cristo,
Pr Ewerton B. Tokashiki

Anônimo disse...

Rev. Ewerton,

O senhor tem toda a razão. Me perdoe se de alguma forma transmiti mágoa ou rancor.

Até as bodas

Adelino Fernandes.

Ewerton B. Tokashiki disse...

Amado irmão Adelino

Não precisamos esperar até as bodas. Caso venha algum dia à Porto Velho, desde já está convidado a tomar um cafézinho em minha casa.

Um abraço, no amor do nosso Senhor,
Pr Ewerton

Faculdade Evangélica SP disse...

Parabens Pelo Blog Muito bom Que Jesus Lhe Abençoe Sobremodo!!!
faculdade evangelica