08 abril 2010

Biblioteca Calvinista - 3


CATECISMOS & CONFISSÕES

Dentro da tradição Reformada se encontra o uso dos catecismos e confissões de fé. Segue uma lista indicando alguns dos principais livros contendo os catecismos e confissões reformadas, bem como obras quanto ao seu uso e importância teológica.

Os principais documentos de identidade reformada que podem ser estudados são:
1. Confissão Gaulesa [Francesa, ou de Rochelle] – (1559)
2. Confissão Escocesa - (1560)
3. Confissão Belga – (1561)
4. XXXIX Artigos de Fé da Religião Anglicana (1563)
5. Catecismo de Heidelberg – (1563)
6. Segunda Confissão Helvética – (1562-1566)
7. Cânones de Dort (1618-1619)
8. Breve Catecismo de Westminster – (1647-1648)
9. Catecismo Maior de Westminster – (1647-1648)
10. Confissão de Fé de Westminster – (1647-1648)

1. A Confissão de Fé de Westminster (Editora Cultura Cristã).
2. BEEKE, Joel R. & Sinclair Ferguson, Harmonia das confissões de fé reformada (Editora Cultura Cristã).
3. BIERMA, Lyle D., An Introduction to the Heidelberg Catechism – Sources, History and Theology (Baker Academics).
4. Cânones de Dort (Editora Cultura Cristã).
5. Confissão Belga e Catecismo de Heidelberg (Editora Cultura Cristã).
6. COSTA, Hermisten M.P. da, Eu Creio (Editora Cultura Cristã).
7. CLARK, Gordon H., What Do Presbyterians Believe? – The Westminster Confession Yesterday and Today (The Trinity foundation).
8. CLARK, R. Scott, Recovering the Reformed Confession – our Theology, Piety and Practice (Presbyterian & Reformed Publishing).
9. DE JONG, Peter Y., Crisis in the Reformed Churches – Essays Commemoration of the Great Synod of Dort 1618-1619 (Reformed Fellowship Inc.).
10. DENNISON JR., James T., Reformed Confessions of the 16th and 17th Centuries in English Translation (Reformed Heritage Books), 2 volumes.
11. HOEKSEMA, Homer C., The Voice of Our Fathers – An Exposition of the Canons of Dordrecht (Reformed Free Publishing Association).
12. HYDE, Daniel R., With Heart and Mouth – An Exposition of the Belgic Confession (Reformed Fellowship Inc.).
13. HODGE, A.A., Confissão de Fé de Westminster Comentada (Editora Os Puritanos).
14. JANSE, J.C., La Confesión de la Iglesia – Comentario al Catecismo de Heidelberg (Felire).
15. KERSTEN, G.H., Heidelberg Catechism Sermons (Netherland Reformed Book and Publishing).
16. O Breve Catecismo de Westminster (Editora Cultura Cristã).
17. O Catecismo Maior de Westminster (Editora Cultura Cristã).
18. SCHAFF, Philip, The Creeds of Christendom (Baker Books House), 3 volumes.
19. SHAW, Robert, The Faith Reformed – An Exposition of the Westminster Confession of Faith (Christian Focus Publications).
20. SIMÕES, Ulisses Horta, A Subscrição Confessional – Necessidade, Relevância e Extensão (Efrata Publicações).
21. SMITH, Morton H., The Case for Full Subscription to the Westminster Standards in the Presbyterian Church in America (GPTS Press).
22. URSINUS, Zacharias, Commentary on the Heidelberg Catechism (Presbyterian & Reformed Publishing).
23. VENEMA, Cornelis P., What We Believe – An Exposition of the Apostles’ Creed (Reformed Fellowship Inc.).
24. VOS, Johannes Geerhardus, Catecismo Maior de Westminster Comentado (Os Puritanos).

8 comentários:

Diego Cosmo disse...

http://dcosmo.blogspot.com/ - Constantes reflexões, Rumo a novos pensamentos! "Cosmo a Pé"

Diego Cosmo disse...

http://dcosmo.blogspot.com/ - Constantes reflexões, Rumo a novos pensamentos! "Cosmo a Pé"

roney disse...

Tenho pesquisado sobre as igrejas históricas e percebi que em vários templos existem imagens de escultura, altares, velas etc. Isso parece pra mim um contra-senso, já que isto vai contra o que está na Bíblia. Será que alguém do Blog poderia comentar isso ou mesmo indicar algum texto que trate desse tema? Na verdade vejo muita crítica aos pentecostais, mas nunca vi ninguém tocar nesse assunto. Abraço!

Ewerton B. Tokashiki disse...

Caro Roney

De quais "igrejas históricas" você está falando?

roney disse...

Não estou a princípio fazendo uma acusação. Gostaria no entanto que alguém com um pouco mais de conhecimento tecesse algum comentário a respeito dessa prática. Entendo que o problema não seja a imagem em si, mas a prática da idolatria. Mesmo assim me parece uma caminho perigoso uma igreja protestante possuir estátuas, ou mesmo ícones, vitrais figurativos etc.

Ewerton B. Tokashiki disse...

Caro Roney
Caso você me julgue com "um pouco mais de conhecimento" posso responder a sua questão. Você não encontrará presbiterianos ou reformados calvinistas que usam imagens em seus templos, todavia, entre os luteranos e anglicanos, especialmente os de perspectiva teológica liberal ou neo-ortodoxa é possível encontrá-las.

Dentro das igrejas históricas existem um grupo que adota o liberalismo teológico. Este tipo de "teologia" produz uma série de efeitos colaterais, desde ecumenismo até práticas imorais como a ordenação de gays e lésbicas. Por isso, J. Gresham Machen disse "... o liberalismo [teológico] moderno não apenas é uma religião diferente do cristianismo, mas também pertence a uma classe totalmente diferente de religião" in: Cristianismo e Liberalismo, pág. 18.

Mas, esta "teologia" também está se infiltrando dentre os pentecostais. E, numa estado pior ainda, pois mistura uma desacreditação da Bíblia somada a uma mistificação da fé com baixo animismo.

Devemos dizer aos que usam imagens que eles devem se arrepender. Estão quebrando o 2o. mandamento! Estão em pecado e difamando o evangelho de Cristo.

No temor do Senhor,
Pr Ewerton

Anônimo disse...

Prezado Ewerton,

Você teria como me informar quais eram as bases teóricas/retóricas dos calvinistas de Genebra? Pesquiso Jean de Léry e gostaria de saber especificamente se eram as mesmas dos católicos, como Agostinho, por exemplo. Caso tenha indicações bibliográficas, ficarei muito agradecida.

Elaine

Ewerton B. Tokashiki disse...

Querida Elaine

Você se engajou numa excelente pesquisa! Posso lhe auxiliar, apenas preciso do teu e-mail para nos comunicarmos melhor.

Abs,
Pr Ewerton