31 dezembro 2010

O Papa é o anticristo - 3

Escrito por A.A. Hodge[1]

Na ausência de qualquer cabeça visível da Igreja devidamente creditada, somos obrigados a retroceder nossa dependência direta à lei e sua administração, tanto quanto à redenção. Da grande Cabeça invisível. Ele preside e governa sua Igreja –
4.1. Através de sua Palavra inspirada, que é, como já vimos, uma regra de fé e prática infalível, completa e perspícua.
4.2. Através das instituições apostólicas a nós transmitidas, como o ministério, os sacramentos, as ordenanças, etc. Ef 4:11. E
4.3. Através de sua própria presença espiritual, a qual se estende a todos os seus membros e dura até o fim do mundo. Mt 18:20; 28:20.

O termo “anticristo” ocorre no Novo Testamento em 1 Jo 2:18, 22; 4:3; 2 Jo 7. A vinda do “homem do pecado”, o “filho da perdição”, é predita em 2 Ts 2:3-4. Os intérpretes têm se diferenciado quanto a se essas expressões pretendiam designar uma pessoa oponente ao Senhor, ou princípios e sistemas antagônicos a ele e sua causa. Os autores de nossa Confissão dificilmente teriam pretendido declarar que cada papa individual da longa sucessão seja o anticristo pessoal, e provavelmente pretendessem dizer que o sistema papal é em espírito, forma e efeito totalmente anticristão, e que ele caracterizou uma apostasia do cristianismo apostólico previsto e predito na Escritura. Tudo isso foi verdadeiro em seus dias, e é verdadeiro nos nossos. Contudo, precisamos recordar que, como as formas do mal mudam, e as complicações do reino de Cristo com o de Satanás variam com o progresso dos eventos, “ainda agora já há muitos anticristo.” 1 Jo 2:18.[2]

NOTAS:
[1] Para leitura de uma breve biografia de A.A. Hodge acesse AQUI.
[2] Este comentário da CFW foi originalmente publicado em 1869.

Extraído de A.A. Hodge, Confissão de Fé Westminster Comentada (São Paulo, Editora Os Puritanos, 1999), págs. 431-432.

Traduzido por Rev. Valter G. Martins

4 comentários:

Luciano disse...

Prezado irmão, desculpe-me pela pergunta mas não psso ler todas as outras postagens... o rev aceita a afirmação da CFW sobre o papa ser o anticristo?
um abraço

Ewerton B. Tokashiki disse...

Caro Luciano

Sim, creio que as evidências apontam para esta conclusão. Veja pela menos a argumentação do artigo de Gordon H. Clark.

Em Cristo,

Roney Lemes disse...

Há evidências que o papado pratique obras do anti-cristo, mas o papa não é o anti-cristo.

Roney Lemes

Roney Lemes disse...

Na minha opinião (que vale o que vale, nada!), o papado segue sim o preceito anti-cristão, mas isso não faz do papa o anti-cristo.

Paz.